Vitória de Trump lança dúvidas sobre planos do Fed de elevar juros

quarta-feira, 9 de novembro de 2016 07:30 BRST
 

Por Jason Lange

WASHINGTON (Reuters) - A vitória de Donald Trump na eleição presidencial nos Estados Unidos joga dúvidas sobre a percepção dos mercados financeiros globais de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, vai elevar a taxa de juros em breve e seguir com mais altas graduais ao longo dos próximos anos.

Os mercados financeiros caíam com força após a vitória de Trump, com o dólar e as ações despencando e os bônus soberanos considerados como porto seguros e o ouro avançando, o que reflete temores de uma incerteza global prolongada com as políticas do republicano.

A tendência dos investidores era a favor da democrata Hillary Clinton, que seria considerada mais segura tanto nos assuntos domésticos quanto no palco internacional.

Trump tem prometido acabar ou renegociar acordos comerciais internacionais, o que pode desencadear uma onda de protecionismo, ameaçando a recuperação econômica global. Os planos econômicos dele prevêm fortes cortes de tributos que muitos economistas estimam que impulsionem com força o déficit orçamentário dos EUA.

"Aumentam as chances de que o Fed não aja em dezembro", disse o economista-chefe da Moody's Analytics, Marz Zandi, sobre a vitória de Trump.

A vitória de Trump também lança dúvidas sobre o futuro da chair do Fed, Janet Yellen. Ele tem acusado o Fed de manter a taxa de juros baixa para ajudar o presidente democrata Barack Obama e indicou que pode substituir Yellen após o final do mantado dela em janeiro de 2018, levando analistas a especular se ela renunciaria mais cedo.