Peso mexicano desaba com preocupações por vitória de Trump

quarta-feira, 9 de novembro de 2016 08:20 BRST
 

Por Michael O'Boyle e Noe Torres

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O peso mexicano desabou após o republicano Donald Trump ter desafiado as previsões e derrotado a democrata Hillary Clinton na disputa pela Presidência dos Estados Unidos, em uma vitória que abalou os mercados globais nesta quarta-feira.

As ameaças de Trump de acabar com um acordo de livre comércio com o México e taxar o dinheiro enviado pelos imigrantes para pagar pela construção de um muro na fronteira entre os países tornaram o peso particularmente reativo aos acontecimentos na disputa pela Casa Branca.

O peso enfraqueceu mais de 13 por cento no after-market do México, ultrapassando a barreira dos 20 pesos por dólar, maior queda desde a Crise da Tequila em 1994.

A moeda mexicana reduziu as perdas e caiu cerca de 8,5 por cento, a 19,875 por dólar no início da quarta-feira, depois que Hillary admitiu a vitória de Trump em uma ligação telefônica.

O banco central do México convocou uma entrevista à imprensa conjunta com o Ministério das Finanças para as 11:00 (horário de Brasília).

"Há muito pânico no mercado, é definitivamente um resultado que não se estava esperando", disse o estrategista do Banorte-IXE, Juan Carlos Alderete. "Os movimentos são muito fortes, o mercado está mostrando maior aversão ao risco em busca de ativos seguros."

Três economistas disseram à Reuters que esperam que o banco central mexicano eleve a taxa de juros nesta quarta-feira com a vitória de Trump, enquanto um deles disse que o banco pode optar por um swap com o Federal Reserve, banco central norte-americano, dependendo da movimentação do peso.