Governo prevê liberar mais R$900 mi para a Eletrobras em 2016, diz ministério

quarta-feira, 9 de novembro de 2016 12:53 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal Eletrobras deve receber mais cerca de 900 milhões de reais neste ano em recursos de seu principal acionista, o governo federal, afirmou o Ministério de Minas e Energia em nota enviada à Reuters.

Com o valor, a maior elétrica federal completaria 2016 com cerca de 2,87 bilhões de reais em aportes de recursos pela União, em meio a uma tentativa do governo de viabilizar a reestruturação da estatal, que acumulou mais de 30 bilhões de reais em prejuízos desde 2012.

Neste ano o governo já anunciou duas operações de capitalização na Eletrobras, no total de 1,97 bilhão de reais, além de ter aprovado leis que autorizam o pagamento de indenizações à estatal e o recebimento de recursos do Tesouro por suas subsidiárias de distribuição de energia.

"No momento, está prevista a liberação de cerca de 900 milhões de reais para a Eletrobras... as liberações... ocorrerão de acordo com a programação financeira do Ministério da Fazenda e orçamentária do Planejamento", disse a pasta de Minas e Energia após questionamentos da Reuters, sem detalhar.

Na terça-feira, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a União iria reservar parte dos 35,2 bilhões de reais líquidos arrecadados pelo governo federal com a regularização de ativos de brasileiros no exterior para cobrir o déficit de estatais, o que deveria exigir cerca de 2,8 bilhões.

As ações preferenciais da Eletrobras operam em queda de 1 por cento nesta quarta-feira, mas acumulam alta de cerca de 170 por cento em 2016 em meio aos anúncios de apoio do governo à companhia e à nomeação de uma gestão técnica para a estatal encabeçada pelo novo presidente, o ex-CEO da CPFL Wilson Ferreira Jr..

(Por Luciano Costa)