Banco Fator passa a ver estagnação da economia do Brasil em 2017

quarta-feira, 9 de novembro de 2016 13:38 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Fator revisou a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no ano que vem e passou a ver estagnação da economia, reduzindo com força a previsão anterior de crescimento de 1,2 por cento.

A mudança foi motivada por uma piora na perspectiva para o mercado de trabalho e para o investimento, e não leva em conta a os possíveis efeitos da vitória do republicano Donald Trump na eleição presidencial dos Estados Unidos.

Para este ano, o Fator projeta uma recessão de 3,3 por cento.

"A piora esperada para o mercado de trabalho nos levou a rever a nossa projeção para o consumo", afirmou o economista-chefe do banco Fator, José Francisco Gonçalves.

Segundo o economista, o mercado de trabalho só deve parar de piorar no meio do ano que vem e uma recuperação "será muito lenta". Gonçalves também não descarta mais um ano de recessão em 2017.

(Por Luiz Guilherme Gerbelli)