Lucro da MRV crescer 5,4% no 3º tri; empresa seguirá investindo em terrenos

quarta-feira, 9 de novembro de 2016 21:03 BRST
 

Por Ana Mano

SÃO PAULO (Reuters) - A construtora MRV continuará investindo em terrenos para impulsionar lançamentos e vendas, num esforço para aproveitar o crescente déficit de habitação no país, disse nesta quarta-feira o co-presidente executivo da empresa, Rafael Menin.

A MRV pretende comprar terrenos em cerca de 22 cidades, onde a quantidade de áreas que possui é insuficiente para atender à demanda, disse Menin. A construtora gastará cerca de 290 milhões de reais em terrenos este ano e investirá montante similar em 2017, afirmou o executivo.

O foco será no desenvolvimento de projetos nas capitais, disse Menin, conforme a companhia busca se reposicionar após crescimento agressivo no interior do país. O plano de continuar comprando terrenos indica que a empresa conta com o cenário de continuidade do programa Minha Casa, Minha Vida.

A MRV espera que a demanda por novas casas siga forte, já que o déficit habitacional do Brasil cresce em 777 mil unidades por ano, enquanto o número médio de novas famílias é de 1,4 milhão, segundo dados do governo citados pela MRV.

A construtora reportou nesta quarta-feira lucro líquido de 150 milhões de reais no terceiro trimestre, alta de 5,4 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior. A média de estimativas compilada pela Thomson Reuters apontava um lucro líquido de 153,5 milhões de reais.

As vendas líquidas subiram para cerca de 1 bilhão de reais, alta de 19 por cento sobre um ano antes. Os distratos ficaram em 23 por cento, quase estáveis sobre o segundo trimestre e quase 10 por cento abaixo ante mesmo período de 2015.

Após 15 trimestres seguido gerando caixa e dada a melhora na perspectiva da economia, a MRV buscará uma política de dividendos mais "agressiva" nos próximos meses, disse Menin. Como resultado, no primeiro trimestre de 2017, a MRV planeja distribuir dividendos extraordinários de 150 milhões de reais.