Bombardier tem prejuízo menor e vê melhora nas margens

quinta-feira, 10 de novembro de 2016 14:56 BRST
 

Por Allison Lampert

MONTREAL (Reuters) - A fabricante canadense de aviões e trens Bombardier divulgou nesta quarta-feira prejuízo líquido ajustado menor que a esperado no terceiro trimestre e disse que espera fechar o ano com margens operacionais melhores em todos os seus negócios.

A empresa, que tem lutado nos últimos anos com excesso de custos enquanto desenvolvia seu jato comercial CSeries, elevou o limite inferior de sua previsão anual para lucro antes de juros e impostos (EBIT) para 350 milhões de dólares, ante 200 milhões de dólares, enquanto manteve o teto em 400 milhões.

"Estamos em pleno movimento quando se trata de recuperação", disse o presidente-executivo, Alain Bellemare, em entrevista sobre seu plano de longo prazo para melhorar o desempenho.

O prejuízo diminuiu para 94 milhões de reais, o 0,04 dólar por ação, ante perda de 4,88 bilhões de dólares, 2,20 dólares por ação, um ano antes. A receita caiu quase 10 por cento, para 3,74 bilhões de dólares.

A Bombardier entregou 36 jatos executivos no terceiro trimestre, ante 43 em igual etapa de 2015, e 16 aeronaves comerciais, 2 mais que um ano antes.

(Reportagem adicional de Vishaka George)