Embraer negocia acordo de layoff para até 2 mil empregados

quinta-feira, 10 de novembro de 2016 17:48 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de aeronaves Embraer informou nesta quinta-feira que iniciou a negociação de acordo de dispensa temporária de funcionários (layoff) com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos.

Segundo a companhia, a proposta contempla a suspensão temporária dos contrato de trabalho por 2 a 5 meses, em grupos. O programa visa a atingir até dois mil empregados, todos da unidade de São José dos Campos.

A duração prevista do programa é de dois anos, começando a partir de janeiro de 2017 e terminando em dezembro de 2018, atingindo inicialmente equipes de produção, mas podendo ser estendido para outras áreas.

A próxima reunião sobre o tema está agendada para 23 de novembro, afirmou a Embraer em comunicado.

O sindicato de metalúrgicos afirmou em comunicado à imprensa que "os trabalhadores não devem ser responsabilizados pelos prejuízos causados pelo envolvimento da Embraer em recentes casos de corrupção na República Dominicana e em outros países".

A entidade defende estabilidade no emprego e redução da jornada de trabalho sem redução de salário para 36 horas semanais.

Uma nova reunião entre empresa e sindicato foi marcada para o dia 23, afirmou a entidade.

(Por Aluísio Alves)