CCR propõe aumento de limite de capital em até 100 milhões de ações

quinta-feira, 10 de novembro de 2016 18:48 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O conselho de administração do grupo de concessões de infraestrutura CCR aprovou proposta para elevação do limite de capital autorizado da companhia em até 100 milhões de ações para fazer frente a eventuais necessidades futuras de recursos.

A proposta a ser submetida à assembleia de acionistas marcada para 29 de novembro prevê elevação do limite de 1,92 bilhão de ações para até 2,02 bilhões de papéis, segundo ata da reunião do conselho publicada nesta quinta-feira.

"A proposta visa dar maior flexibilidade para eventuais futuros aumentos do capital social da companhia", afirmou a companhia em comunicado ao mercado.

Na sexta-feira passada, executivos da CCR já tinham afirmado que a empresa considerava um aumento de capital como um caminho natural para que a companhia reunisse recursos para pagamento de futuras novas concessões de infraestrutura.

As ações da CCR encerraram nesta quinta-feira a 15,45 reais, em queda de 5,1 por cento em meio a um recuo generalizado da bolsa paulista, cujo índice Ibovespa fechou com baixa de 3,25 por cento.

Com isso, se a elevação do limite de capital for aprovada pelos acionistas, um eventual operação do tipo poderá movimentar até 1,54 bilhão de reais, considerando preço de fechamento da ação nesta quinta-feira.

O governo prepara há meses um pacote de concessões de infraestrutura que deve incluir quatro aeroportos, além de estradas e áreas portuárias. Entre as condições divulgadas anteriormente para os editais está o pagamento imediato de 25 por cento do valor da outorga dos empreendimentos.

(Por Alberto Alerigi Jr.)