Cyrela aposta em retomada em geração de caixa com foco em venda de estoques em 2017

sexta-feira, 11 de novembro de 2016 15:30 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Cyrela aposta em uma retomada da geração de caixa no ano que vem, com uma estratégia focada na venda de imóveis prontos em estoque, disse o diretor de Relações com Investidores e Finanças Estruturadas da companhia, Paulo Gonçalves.

"A geração de caixa pode ser boa em 2017, mas vai depender da melhora da economia", comentou em teleconferência com analistas sobre o resultado do terceiro trimestre, no qual a construtora reportou queima de caixa de 225 milhões de reais devido, principalmente, ao alto volume de distratos. Ele acrescentou, contudo, que a retomada não deve ser forte.

Quanto às perspectivas para o quarto trimestre, Gonçalvez afirmou que ainda não se espera melhora porque os bancos estão mais restritivos e têm demorado um pouco mais para efetuar os repasses.

De acordo com ele, a Cyrela deve concentrar os esforços na comercialização de imóveis em estoque nos próximos meses, deixando lançamentos em segundo plano. "Nosso foco é monetizar o estoque, que é grande", destacou.

Conforme o material de divulgação do balanço, o estoque total da construtora ao fim de setembro somava 6,4 bilhões de reais, dos quais 2,14 bilhões de reais eram imóveis para pronta entrega.

Perguntado sobre o ritmo de vendas na região Nordeste, cuja participação no estoque pronto total da Cyrela era de 21,2 por cento no terceiro trimestre, Gonçalves observou que os estoques devem acabar em Salvador e Recife até o fim do ano. "Esse ano foi bom em Salvador e Recife, mas em Fortaleza e Natal vão sobrar imóveis para 2017", contou.

(Por Gabriela Mello)