Ibovespa fecha em queda de 3,3% com receios por Trump; Petrobras desaba

sexta-feira, 11 de novembro de 2016 18:56 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa voltou a cair forte nesta sexta-feira, para baixo dos 60 mil pontos, refletindo a cautela do mercado com os desdobramentos da eleição de Donald Trump para presidir os Estados Unidos.

O Ibovespa caiu 3,3 por cento, a 59.183 pontos, piso de fechamento desde 30 de setembro (58.367 pontos). Na máxima, o índice chegou a subir 0,7 por cento, enquanto perdeu 3,7 por cento na mínima. Na semana, o índice caiu 3,9 por cento.

O giro financeiro no pregão somou 16,26 bilhões de reais, acima da média diária para o mês, de 9,95 bilhões de reais e muito superior à media diária para o ano, de 7,2 bilhões.

Segundo profissionais do mercado, até que se tenha mais clareza do rumo a ser tomado por Trump e do impacto para outros países, a volatilidade deve seguir dando o tom aos negócios.

A forte queda das ações da Petrobras também pesou no índice, em dia de queda da cotação do petróleo e após a companhia ter anunciado prejuízo no terceiro trimestre.

Com isso, muitos investidores estãs zerando posições, amparados nos fortes ganhos do mercado este ano. Até outubro, o Ibovespa acumulou alta de quase 50 por cento em 2016.

O dia também foi marcado por intensa agenda de resultados corporativos. A alta do dólar ajudou ações de exportadoras. A moeda norte-americana subiu cerca de 1 por cento, longe das máximas após forte atuação do Banco Central.

  Continuação...