Prazo vence e Correios ficam sem interessado no Banco Postal

segunda-feira, 14 de novembro de 2016 18:49 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os Correios anunciaram nesta segunda-feira que a seleção pública para escolha da instituição parceira para explorar os serviços do Banco Postal foi encerrada sem que nenhum banco mostrasse interesse.

"Permanece em negociação a assinatura de contrato temporário com o atual parceiro, o Banco do Brasil, para manutenção do serviço após o término do contrato atual, em 2 de dezembro", afirmou a empresa de entregas em comunicado.

Segundo os Correios, o contrato temporário terá a vigência de até seis meses, prorrogáveis pelo mesmo período, para garantir a normalidade dos serviços.

Os Correios haviam divulgado em outubro edital para novo contrato de 10 anos do Banco Postal, prorrogável por até mais 10, fixando oferta mínima de 1,2 bilhão de reais pelo negócio.

Em 2011, o BB havia vencido o leilão para um contrato de 5 anos com os Correios, com oferta de 2,3 bilhões de reais.

Agora, no entanto, precisando ganhar eficiência e reduzir custos, diante dos efeitos da recessão no país sobre o mercado de crédito, os bancos têm concentrado esforços na expansão das chamadas contas digitais, movimentadas exclusivamente pela Internet.

(Por Aluísio Alves)