Ibovespa fecha em alta de 0,8%; receio com Trump dita volatilidade

segunda-feira, 14 de novembro de 2016 19:04 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou no azul na sessão volátil desta segunda-feira, buscando reação após as fortes quedas da semana passada em meio aos receios em relação aos efeitos de uma gestão de Donald Trump na Presidência dos Estados Unidos.

O Ibovespa subiu 0,8 por cento, a 59.657 pontos. Na máxima, o índice subiu 1,3 por cento, aproximando-se dos 60 mil pontos, enquanto na mínima caiu 1,4 por cento.

O giro financeiro foi intenso, apesar da véspera de feriado no Brasil, chegando a 10,62 bilhões de reais, acima da média diária para o mês até a sexta-feira, de 9,95 bilhões de reais.

A eleição de Trump tem pressionado o Ibovespa, que acumulou queda de 7,75 por cento em apenas 3 pregões da semana passada. Os potenciais efeitos do governo do republicano ainda preocupam, especialmente as sinalizações de uma linha mais protecionista e de apoio ao crescimento norte-americano.

Por outro lado, a expectativa de que o presidente eleito incentive o investimento em infraestrutura ajudou empresas siderúrgicas e mineradoras e tem levado operadores a ver um movimento de ajuste de carteiras. O índice de materiais básicos subiu 3,04 por cento.

O noticiário corporativo local, na reta final da temporada de balanços, também marcou a sessão.

DESTAQUES   Continuação...