Ministro de Energia saudita deve ter conversas em Doha antes de reunião da Opep

terça-feira, 15 de novembro de 2016 13:43 BRST
 

DUBAI (Reuters) - O ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, deve viajar nesta semana à capital do Catar, Doha, para encontros com países produtores de petróleo nos bastidores de um fórum sobre energia, disseram três fontes com conhecimento do assunto.

Falih deverá encontrar outros ministros de energia de países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e possivelmente o ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, na sexta-feira, disseram as fontes, que falaram na condição de anonimato porque as reuniões não foram tornadas públicas.

Não ficou imediatamente claro se Falih irá se encontrar com o ministro de petróleo do Irã, Bijan Zanganeh, disseram as fontes, uma vez que não está conformado se Teerã ou mesmo Zanganeh irão participar do fórum.

O 18° Encontro Ministerial do Fórum dos Países Exportadores de Gás (GECF, na sigla em inglês) acontecerá em 17 de novembro em Doha. O Catar e a Rússia são membros do fórum, enquanto a Arábia Saudita não.

Em setembro, a Opep fechou um acordo na Argélia para cortes ainda modestos e preliminares na produção, no que seria o primeiro acordo do tipo desde 2008, com condições especiais para países como Líbia, Nigéria e Irã, cuja produção foi afetada por guerras e sanções.

Mas o Irã, que ainda é o maior entrave a um acordo final, recusa-se a limitar sua produção a um teto abaixo de 4 milhões de barris por dia, uma vez que tenta recuperar a participação no mercado que havia perdido devido a sanções. Teerã disse que bombeou 3,92 milhões de bpd em outubro.

Os ministros da Opep devem se reunir em 30 de novembro em Viena para decidir sobre a política de produção do grupo e finalizar o acordo fechado na Argélia.

(Por Rania El Gamal)