IGP-10 desacelera alta a 0,06% em novembro com queda dos preços no atacado, diz FGV

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 08:46 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) subiu 0,06 por cento em novembro, desacelerando ante a alta de 0,12 por cento em outubro, com queda dos preços do atacado apesar da maior pressão no varejo, de acordo com dados da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgados nesta quarta-feira.

A expectativa em pesquisa da Reuters com analistas era de avanço de 0,05 por cento segundo a mediana das projeções.

De acordo com a FGV, o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, apresentou queda de 0,06 por cento, contra alta de 0,12 por cento no mês anterior.

No IPA, os preços dos Bens Finais recuaram 0,57 por cento, ante variação positiva de 0,04 por cento no mês anterior.

Os preços no varejo, por sua vez, tiveram maior pressão em novembro uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), que responde por 30 por cento do índice geral, subiu 0,35 por cento, contra alta de 0,08 por cento em outubro.

O destaque segundo a FGV ficou para o grupo Transportes, que acelerou a alta a 0,89 por cento no período, ante 0,09 em outubro, pressionado pelo item gasolina.

O Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10), por sua vez, avançou 0,16 por cento, desacelerando ante a alta de 0,22 por cento no período anterior.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

(Por Thaís Freitas)