Governo espera investimentos de R$20 bi em portos até 2018, diz ministro

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 12:33 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal espera que o setor portuário receba investimentos de cerca de 20 bilhões de reais até 2018, disse nesta quarta-feira o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella.

Ele explicou que essa previsão inclui aportes a serem realizados em 67 Terminais de Uso Privativo (TUPs) que o governo está analisando, além da prorrogação de contratos de arrendamentos e investimentos públicos em dragagem que, sozinhos, somam 1,1 bilhão até o fim de 2017.

Quintella participou nesta quarta-feira de solenidade de assinatura da renovação antecipada de contratos de arrendamento do terminal de contêineres (Tecon) do porto de Salvador (BA) e do terminal de fertilizantes (Fospar) do porto de Paranaguá (PR), que juntos devem receber investimentos de 849,5 milhões de reais ao longo dos 25 anos da prorrogação do contrato.

O ministro disse que até 5 de dezembro um grupo de trabalho do governo federal com o setor privado apresentará um conjunto de propostas para desburocratizar os investimentos no setor. “A ideia é reduzir o tempo de análise e aprovação de novos investimentos no setor portuário”, disse.

Também presente na cerimônia, o secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco, disse que os editais do leilão dos aeroportos de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS) serão publicados entre o fim de novembro e o começo de dezembro.

Seguindo o cronograma já definido pelo governo, o leilão dos terminais deve ocorrer 100 dias após a publicação do edital, ou seja, em março de 2017.

(Por Leonardo Goy)