Minério de ferro no mercado futuro da China cai 6%

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 12:40 BRST
 

MANILA (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro despencaram mais de 6 por cento nesta quarta-feira, na segunda forte queda consecutiva, em meio a novas perdas nos preços do aço após investidores reduzirem apostas altistas para um mercado que ainda sofre com excesso de oferta.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de Dalian, com entrega em janeiro, fechou em queda de 6,5 por cento, a 577 iuanes (84 dólares por tonelada), depois de chegar a cair 9 por cento, quando tocou um limite da bolsa para perdas. Na terça-feira, a queda havia sido de 6 por cento.

O número de contratos em aberto caiu para 1,3 milhão de lotes na terça feira, ante 2,09 milhões de lotes em 7 de novembro.

O minério de ferro em Dalian tocou máxima de 33 meses, a 656,50 iuanes, na segunda-feira em um rali impulsionado por investidores especulativos na China. Contudo, na terça-feira eles começaram a se desfazer de suas posições em meio a preocupações de que a regulação sobre os mercado pode ser apertada, para evitar volatilidade.

"Subiu demais e o mercado está sobrecomprado, portanto uma retração é muito esperada, só que ela está sendo bem severa", disse Kelly Teoh, corretora da derivativos de minério de ferro na Clarksons Platou Futures, sobre o recuo na bolsa de Dalian.

Ao contrário do carvão, cuja alta foi motivada por uma redução na oferta na China, depois de o governo ordenar o fechamento de minas, os estoques de minério de ferro nos portos chineses permanecem perto de máximas de dois anos.

O minério de ferro estocado nos portos estava em 107,75 milhões de toneladas em 11 de novembro, não muito abaixo do registrado na semana anterior, 108,6 milhões de toneladas, maior patamar desde novembro de 2014, segundo dados da consultoria SteelHome.

(Por Manolo Serapio Jr.)