Cemig compra fatia do BTG Pactual na Light e ainda busca novos sócios

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 16:53 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal mineira Cemig, controladora da elétrica Light, vai comprar uma fatia detida pelo banco BTG Pactual na empresa e buscará ainda novos sócios para a concessionária, que é responsável pela distribuição de energia em parte do Rio de Janeiro e possui ativos em geração.

O diretor de relações com investidores da Cemig, Fabiano Maia Pereira, disse em teleconferência com investidores nesta quarta-feira que o BTG decidiu exercer imediatamente uma opção de venda de sua parcela na Light, enquanto os demais sócios financeiros da empresa --Banco do Brasil, BV Financeira e Santander-- têm até o final de 2017 para exercer suas opções.

Esses agentes financeiros entraram como sócios na Light por meio de um fundo de investimentos, o FIP Parati, mas com uma opção que obriga a Cemig a encontrar novos sócios ou comprar suas participações caso queiram sair do negócio.

"A parte do BTG já estava no caixa e a gente está fazendo... nós nos organizamos para isso", disse Pereira, sem detalhar valores.

De acordo com informações do balanço da Cemig, a companhia teria até 30 de novembro para comprar a fatia do BTG ou encontrar um comprador.

Segundo ele, a Cemig está se preparando para tentar resolver a saída dos demais sócios antes do prazo limite.

"A intenção é que a gente faça o mais rápido possível, não use todo o prazo de até final do ano que vem", afirmou Maia, sem dar previsões.

Ele disse ainda que a Cemig pretende antecipar parte dos pagamentos que seriam devidos aos sócios restantes no caso de saída, o que poderia envolver cerca de um terço do valor necessário caso a companhia fosse recomprar essas participações.

Segundo Pereira, a ideia da Cemig é realizar uma reorganização societária da Light, com a saída desses agentes, mas sem deixar o controle da companhia.   Continuação...