Presidente da Telecom Italia diz que TIM é um "bom ativo"

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 16:59 BRST
 

BARCELONA (Reuters) - A Telecom Italia considera sua subsidiária brasileira um "bom ativo" para o grupo e acredita que o país oferece oportunidades para crescimento, disse o presidente-executivo do grupo de telecomunicações, Flavio Cattaneo, nesta quarta-feira.

Especulações de que a Telecom Italia poderia vender a TIM, segunda maior operadora de telefonia móvel do Brasil, surgiram recentemente com a empresa italiana aumentando os investimentos em redes de banda larga em seu mercado doméstico para afastar a crescente competição de rivais como a Enel.

"O Brasil é fundamental porque o país é hoje um bom ativo para nós", disse Cattaneo na conferência anual de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia do Morgan Stanley em Barcelona.

Cattaneo, que assumiu a presidência-executiva da Telecom Italia este ano, disse que o Brasil oferece oportunidades para crescimento.

Ele disse que a TIM está buscando parceiro para desenvolver cobertura de fibra óptica por todo o Brasil mais rapidamente e outro, como Netflix ou Sky, para oferecer mais conteúdo.

Cattaneo reiterou que não a Telecom Italia não está interessada em uma fusão da TIM com a rival Oi: "Eu amo o Brasil, mas eu não sei se nós vamos aumentar nossa exposição lá."

O executivo comentou ainda que companhias listadas no Brasil estão subavaliadas em relação a empresas não listadas. "Se você analisar o valor de fusões e aquisições no Brasil hoje, é mais ou menos 8 a 10 vezes Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização)", afirmou. "Se você analisar o valor das empresas listas, é mais ou menos 4 a 4,5 vezes Ebitda."

(Por Mathieu Rosemain)