Dólar tem leves variações ante real com apostas de alta de juros nos EUA

quinta-feira, 17 de novembro de 2016 12:29 BRST
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar passou a oscilar entre pequenas quedas e altas ante o real nesta quinta-feira, após a chair do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, e fortes indicadores econômicos reforçarem as apostas de que os juros vão subir em breve na maior economia do mundo.

O movimento vinha mesmo após o Banco Central manter sua forte atuação no mercado de câmbio, após as recentes altas do dólar sobre o real.

Às 12:16, o dólar recuava 0,32 por cento, a 3,4106 reais na venda, após ter recuado 0,56 por cento na véspera. O dólar futuro registrava baixa de cerca de 0,65 por cento.

Na mínima do dia, chegou a 3,3876 reais e, na máxima, a 3,4290 reais.

"A Yellen e, depois, os indicadores fizeram os Treasuries subirem e levaram a uma reprecificação dos ativos. O dólar ainda conseguiu sustentar mais tempo a baixa porque o BC está agindo certinho", comentou um operador-sênior de uma corretora nacional.

Em discurso preparado, Yellen disse que o Fed pode elevar a taxa de juros "relativamente em breve" se os dados econômicos continuarem indicando melhora do mercado de trabalho e inflação em alta, em uma clara indicação de que o Fed pode agir no próximo mês.

Às 13:00 (horário de Brasília), Yellen participa de audiência no Congresso norte-americano, sua primeira fala após a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos.

As apostas de alta de juros nos EUA foram reforçadas com a divulgação de que a inflação no país foi a maior em seis meses em outubro e que o início de construções de novas moradias saltou 25,5 por cento no mês passado.   Continuação...

 
Notas de real e dólar em casa de câmbio no Rio de Janeiro. 10/09/2015        REUTERS/Ricardo Moraes