Bovespa encerra sessão volátil em queda de 1,63%, após declarações de Yellen

quinta-feira, 17 de novembro de 2016 19:33 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou esta quinta-feira no vermelho, após sessão com alguma volatilidade, com as declarações da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, reforçando as apostas na alta de juros nos Estados Unidos e ofuscando o noticiário corporativo que sustentou ganhos de ações como Rumo Logística.

O Ibovespa caiu 1,63 por cento, a 59.770 pontos, perto da mínima da sessão. No melhor momento do dia, o índice subiu 1,2 por cento, aproximando-se dos 61.500 pontos.

O volume financeiro do pregão foi de 8,06 bilhões de reais, abaixo da média diária para o mês até a véspera, de 10,8 bilhões de reais, mas acima da média do ano, de 7,3 bilhões de reais. O volume tem sido inflado nos pregões recentes, após a eleição de Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos.

Em suas primeiras declarações após a eleição de Trump, Yellen disse que o banco central norte-americano pode subir os juros "relativamente em breve" se dados econômicos continuarem indicando melhora no mercado de trabalho e aumento da inflação, em comentários que abrem espaço para aumento de apostas em uma aceleração no ritmo de alta nos juros nos EUA.

No entanto, sua promessa de cumprir seu mandato no comando do banco central ajudou a diminuir a preocupação que pairava nos mercados.

"O que poderia ter causado um grande impacto seria ela dizer que iria sair, mas ela foi bem enfática que vai permanecer no cargo enquanto durar seu mandato", disse o analista da Clear Corretora, Raphael Figueredo.

Desta forma, até que se tenha mais clareza sobre o ritmo de normalização da política monetária nos EUA e em relação às medidas a serem adotadas por Trump, operadores afirmam que a volatilidade seguirá nos mercados.

  Continuação...