Novo terminal em Pernambuco exporta sua 1ª carga de açúcar refinado

sexta-feira, 18 de novembro de 2016 14:07 BRST
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - O primeiro navio carregado com açúcar refinado deverá partir nesta sexta-feira de um novo terminal construído no porto de Suape, em Pernambuco, abrindo mais um canal de exportação para usinas do Nordeste em um momento de grande demanda internacional pelo produto.

O empreendimento, conhecido como Terminal de Açúcar de Suape (TAS), foi construído pela Agrovia do Nordeste, um consórcio controlado pelas empresas de logística Odebrecht Transport e Agrovia.

A conclusão do primeiro embarque, ainda que numa operação parcial, marca a entrada no mercado do terminal de açúcar que está em fase final de conclusão, um projeto onde foram investidos até agora 58 milhões de reais, para a construção de armazém e outras estruturas e para a compra de um equipamento de carregamento das embarcações (shiploader).

"A gente já enxerga um interesse cada vez maior pela utilização do terminal... O timing do início da operação foi casado com início da safra (do Nordeste)", disse à Reuters o diretor da Agrovia do Nordeste, Rodrigo Veloso.

Dados de agências marítimas mostram que o navio Jumper, contratado pela trading francesa Sucden, foi carregado com 20 mil toneladas de açúcar refinado e tem a Argentina como destino.

O objetivo do TAS é atuar como prestador de serviço independente, embarcando açúcar refinado por usinas na Zona da Mata de Pernambuco.

"A gente vai buscar um mercado de 400 mil a 500 mil toneladas por ano. São as usinas de Pernambuco e eventualmente no norte de Alagoas", revelou Veloso.

Segundo ele, nestas primeiras semanas, os embarques são feitos pelos guindastes dos próprios navios.   Continuação...