BC do México deixa porta aberta para nova alta dos juros em 2016

sexta-feira, 18 de novembro de 2016 15:22 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O México pode aumentar as taxas de juros novamente antes do final de 2016, disse o presidente do banco central do país, Agustin Carstens, nesta sexta-feira, com o país tentando conter as pressões inflacionárias da queda acentuada do peso em relação ao dólar.

"Não há como descartar isso", disse Carstens à rádio local quando perguntado sobre a perspectiva de outra alta de juros.

Na véspera, o banco central mexicano elevou sua taxa básica em 0,50 ponto percentual, para 5,25 por cento, e alertou que a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos tinha colocado dúvidas sobre a direção da segunda maior economia da América Latina.

O aumento da taxa de juros levou os custos de empréstimos do México ao seu nível mais alto em mais de sete anos.

"O que estamos tentando fazer é chegar a um equilíbrio, o que não é fácil, entre não ficar atrás da realidade e, por outro lado, tampouco antecipamos notícias (ou) especulações que podem não estar corretas e que podem impôr custos adicionais à economia que não são necessários ", disse Carstens.