Ministro iraniano diz que preço do petróleo pode subir se produtores cooperarem

sábado, 19 de novembro de 2016 11:35 BRST
 

DUBAI (Reuters) - O ministro iraniano do Petróleo, Bijan Zanganeh, expressou otimismo neste sábado com a próxima reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e disse que os preços do petróleo poderiam saltar para 55 dólares o barril se um acordo fosse alcançado e os produtores que não integram a Opep cooperassem.

"Estamos recebendo sinais positivos que aumentam a probabilidade de acordo na reunião ... e estou otimista sobre a situação", disse Zanganeh para a televisão estatal por telefone, depois de se encontrar com o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo. A reunião está marcada para 30 de novembro.

"Eu acho que se conseguirmos chegar a um acordo, o preço chegaria rapidamente acima de 50 dólares o barril ... Se os não produtores da Opep também cooperarem, eu não acho que 55 dólares por barril estaria fora do alcance."

A Opep está próxima de finalizar seu primeiro acordo desde 2008 para limitar a produção de petróleo, com a maioria dos membros dispostos a oferecer ao Irã flexibilidade significativa nos volumes de produção, disseram fontes e ministérios na sexta-feira

O Irã tem sido o principal obstáculo para esse acordo, porque Teerã quer isenções ao tentar recuperar sua participação no mercado de petróleo após a redução das sanções ocidentais em janeiro.