Redução da dívida pública é fundamental, diz Meirelles

segunda-feira, 21 de novembro de 2016 16:53 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, destacou nesta segunda-feira que o foco na redução da dívida pública como percentual do Produto Interno Bruto (PIB) é fundamental e que o governo deve otimizar a utilização dos recursos públicos para promover a retomada do crescimento no país.

"Nós temos que eliminar uma causa, um problema que está presente em toda essa trajetória que é a questão da evolução obviamente insustentável das despesas públicas, não financiável ao longo do tempo", disse em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado Conselhão, no Palácio do Planalto.

O ministro afirmou que, nesse contexto, é preciso que sejam aprovadas a reforma da Previdência e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um limite para o crescimento das despesas públicas. Ele também disse que são necessárias medidas adicionais para melhorar o cenário econômico do país, com maior engajamento do setor privado.

Meirelles afirmou que hoje o déficit nas contas públicas está claro e declarado e que o governo está enfrentando o problema de maneira objetiva.

"(Com essa atuação) o viés inflacionário da política fiscal desaparece, que esse é um dos problemas hoje, causando a longo prazo uma redução estrutural da taxa de juros, o que significa a taxa neutra independentemente do que o Banco Central vai decidir fazer aí nas próximas reuniões (do Comitê de Política Monetária), que aí já é uma questão de inflação", afirmou.

O ministro pontuou que a política monetária passará então a ser mais eficaz e que os ciclos de negócios passarão a ser mais suaves.

(Por Marcela Ayres)

 
O ministro da Fazenda do Brasil Henrique Meirelles fala durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social no Palácio do Planalto, em Brasília
21/11/2016
REUTERS/Ueslei Marcelino