Importações de açúcar da China caem quase 70% em outubro por altos preços globais

quinta-feira, 24 de novembro de 2016 16:31 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - As importações de açúcar pela China em outubro caíram cerca de 70 por cento ante o ano anterior, para seu menor nível desde janeiro, a 110 mil toneladas, uma vez que os altos preços globais limitaram as compras.

Isso também ficou acentuadamente abaixo das importações de 500 mil toneladas no mês anterior, mostraram dados aduaneiros nesta quinta-feira.

A China é a maior compradora de açúcar do mundo, mas as importações deste ano caíram dos níveis do ano anterior após a apertada oferta global levar os preços de referência a mais que dobrarem desde o terceiro trimestre do ano passado, alcançando quase 24 centavos por libra-peso no início de outubro.

"Nos últimos dois meses, o preço estava muito, muito alto", disse um operador localizado na China, explicando a queda nas importações de outubro. Ele não quis ser identificado, uma vez que não é autorizado a falar com a imprensa.

As importações devem permanecer baixas no próximo mês, com operadores buscando açúcar chinês.

Pequim recentemente vendeu mais de 300 mil toneladas do adoçante de suas reservas nos primeiros leilões do tipo em cinco anos, impulsionando a oferta nos mercados domésticos.

(Por Hallie Gu e Dominique Patton)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM RS