Empresas do Reino Unido continuaram a investir no 3º tri apesar de Brexit; PIB é confirmado em 0,5%

sexta-feira, 25 de novembro de 2016 09:38 BRST
 

LONDRES (Reuters) - As empresas britânicas elevaram seu investimento acima do esperado no terceiro trimestre, uma vez que a economia cresceu de forma sólida após a decisão do Reino Unido em junho de deixar a União Europeia.

O investimento empresarial expandiu a uma taxa trimestral de 0,9 por cento nos três meses até setembro, informou a Agência para Estatísticas Nacionais, superando as expectativas de alta de 0,6 por cento em pesquisa da Reuters.

A agência confirmou nesta sexta-feira que a economia britânica cresceu 0,5 por cento no terceiro trimestre, ajudada pela recuperação nas exportações e fortes gastos das famílias.

Embora o resultado pareça um desempenho muito melhor do que a maioria dos economistas esperava na sequência imediata do voto de junho do Brexit, um teste muito maior vai ocorrer no próximo ano.

O aumento da inflação causado pela queda da libra após a votação britânica para deixar a UE deve pressionar os gastos das famílias, enquanto há preocupações de que o investimento das empresas desacelere.

Os gastos das famílias se elevaram em 0,7 por cento no terceiro trimestre, desacelerando ligeiramente mas ainda ajudando a impulsionar a economia diante da incerteza em torno do Brexit.

A economia em geral se expandiu 2,3 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, inalterado ante estimativa preliminar.