Noruega planeja encomendar 5 aeronaves militares da Boeing por US$ 1,15 bi

segunda-feira, 28 de novembro de 2016 10:36 BRST
 

OSLO (Reuters) - A Noruega planeja encomendar cinco aeronaves de patrulha marítima do modelo P-8A Poseidon da Boeing (BA.N: Cotações), a fim de manter a capacidade de vigilância e responder aos futuros desafios de segurança, de acordo com o Ministério de Defesa do país.

Depois do acordo no parlamento norueguês para aumentar os gastos militares no longo prazo, a compra de 9,83 bilhões de coroas norueguesas (1,15 bilhão de dólares) deve encontrar pouca oposição política.

A fronteira marítima da Noruega com a Rússia tornou-se o foco dos estrategistas militares do país desde que a Crimeia foi anexada ao território russo. As águas territoriais da Noruega também se estendem ao Ártico.

Os vizinhos Suécia e Finlândia, que não fazem parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), também manifestaram preocupação sobre as incursões de submarinos russos e outros meios de transporte naval.

"A nova situação de segurança aumenta nossa demanda por consciência situacional em nossa própria vizinhança. A habilidade de lidar com os desafios atuais e futuros deve, portanto, ser fortalecida", afirmou a ministra de Defesa, Ine Eriksen.

"A introdução da aeronave Poseidon é crucial para Noruega manter uma posição de liderança e expertise em condições estratégicas nas áreas do norte", disse em comunicado, sem fazer qualquer menção à Rússia.

Por Joachim Dagenborg)