Preços do petróleo saltam 7% com perspectivas de corte da produção da Opep

quarta-feira, 30 de novembro de 2016 09:29 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O petróleo disparava cerca de 7 por cento nesta quarta-feira, depois que o ministro do petróleo saudita disse que um acordo entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) sobre um corte da produção está próximo, levando os preços ao seu maior movimento intradia desde abril.

O petróleo Brent subia 3,22 dólares, ou 6,94 por cento, a 49,6 dólares por barril subia 3,22 dólar, ou 6,94 por cento, a 49,6 dólares por barril, às 9:26 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 2,95 dólares, ou 6,52 por cento, a 48,18 dólares por barril avançava 2,95 dólar, ou 6,52 por cento, a 48,18 dólares por barril.

A Opep está reunida nesta quarta-feira em sua sede em Viena, para discutir os termos de um potencial acordo para cortar a produção, em um esforço para sustentar os preços, que caíram para menos da metade desde 2014 devido à oferta excessiva.

O ministro da Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, disse acreditar que os fundamentos do mercado estão se movendo na direção certa e acredita que o grupo está "chegando perto de um acordo".

Um representante iraquiano disse que algum tipo de acordo seria alcançado e o ministro do petróleo do Irã também disse que estava otimista.

(Por Henning Gloystein)