Receita de grãos do Brasil deve crescer R$23,7 bi em 2017, estima MacroSector

quarta-feira, 30 de novembro de 2016 19:27 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A consultoria MacroSector estimou receita de 216,8 bilhões de reais para a produção de grãos no Brasil em 2017, um aumento de 23,7 bilhões de reais em comparação com 2016, com impulso do maior faturamento do milho e da soja, cujas safras devem se recuperar após a seca deste ano.

A MacroSector estima a safra de milho de 2017 em 72,5 milhões de toneladas, ante 63,6 milhões de toneladas em 2016. A produção do cereal deverá render 55,7 bilhões de reais, alta de 12 bilhões de reais em comparação com 2016.

A soja, cuja produção de 2017 foi estimada em 99,4 milhões de toneladas, terá alta de 8,6 bilhões de reais na receita de 2017, para 130,4 bilhões de reais.

A consultoria também vê crescimento na safra e na receita do algodão, arroz e feijão em 2017.

O trigo foi o único grão cuja previsão de receita registrou queda em 2017 ante 2016, em uma retração de 200 milhões de reais, para 4,4 bilhões de reais, com os preços mais baixos do cereal.

A produção de trigo em 2017 foi projetada acima da projeção de 2016, em 6,7 milhões de toneladas, ante 6,3 milhões na safra anterior.

A MacroSector também estimou as receitas do café e da cana-de-açúcar em alta em comparação com o faturamento do ano anterior.

No café, a projeção é para receita de 22,4 bilhões de reais, 3,3 bilhões acima do faturamento projetado para 2016.

Na cana, deve haver uma alta de 5,2 bilhões de reais em 2017, para 62,1 bilhões de reais.

(Por Laís Martins)