Filipinas devem paralisar mais minas; preços do níquel podem subir

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016 19:10 BRST
 

MANILA (Reuters) - O governo filipino deverá suspender mais minas em luta contra a degradação ambiental, disse o ministro responsável pela mineração, uma medida que poderá colocar a oferta futura do maior fornecedor mundial em risco e elevar os preços do níquel.

O níquel na Bolsa de Metais de Londres se fortaleceu nesta sexta-feira devido à possibilidade de interrupção na oferta após os comentários do ministro.

O país no sudeste asiático já paralisou 10 de suas 41 minas em campanha apoiada pelo presidente Rodrigo Duterte contra o que o governo chama de mineração irresponsável. Mais 20 minas enfrentam possível suspensão e a agência responsável pelo caso pode emitir decisão na próxima semana.

"Definitamente, ocorrerão suspensões, mas temos de revisar a lista", disse a secretária de Recursos Naturais e Meio Ambiente, Regina Lopez, à Reuters, por telefone, nesta sexta-feira.

Quatorze das 20 minas que podem ser paralisadas são produtoras de níquel, e junto com oito das 10 minas já paralisadas responderam por mais de metade da produção de minério de níquel filipina no ano passado.

(Por Manolo Serapio Jr.)