Petrobras eleva preço do diesel em 9,5% e da gasolina em 8,1%

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 20:58 BRST
 

Por Roberto Samora e Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras anunciou elevação do preço do diesel nas refinarias em 9,5 por cento e da gasolina em 8,1 por cento, em média, a partir de terça-feira, conforme decisão tomada pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços nesta segunda-feira.

Desde que a nova política de preços passou a vigorar, em outubro, essa foi a primeira vez que a Petrobras ajustou para cima os valores, em movimento que se seguiu a uma disparada nos preços do petróleo, após o acordo para corte de produção pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) na semana passada.

"As principais variáveis que explicam a decisão do Grupo Executivo são o aumento observado nos preços do petróleo e derivados e desvalorização da taxa de câmbio no período recente", afirmou a estatal em nota.

Os preços do petróleo no mercado internacional chegaram a subir até 19 por cento desde que o acordo Opep foi fechado na quarta-feira passada. No acumulado da semana passada, a commodity avançou 12,2 por cento, na maior alta semanal desde fevereiro de 2011.

Uma fonte próxima às discussões disse à Reuters na quarta-feira passada que a decisão da Opep criava um viés de alta para os preços dos combustíveis.

Nas duas primeiras decisões, o comitê da Petrobras havia determinado uma redução nos valores, citando perda de participação de mercado da estatal para o combustíveis importados.

A Petrobras afirmou ainda nesta segunda-feira que a sua participação no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação --o diesel é o combustível mais vendido pela estatal.

"A Petrobras reafirma sua política de revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis cuja volatilidade vem aumentando recentemente", disse a empresa em nota.   Continuação...