BC discutiu cortar mais a Selic, mostra ata do Copom

terça-feira, 6 de dezembro de 2016 08:49 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central discutiu aumentar o ritmo de cortes da taxa básica de juros na semana passada, com alguns dos membros do Comitê de Política Monetária (Copom) defendendo que a evolução favorável da inflação, a aprovação inicial de medidas fiscais e o ritmo fraco da economia justificariam o movimento.

No entanto, outros membros argumentaram que a evolução de "alguns componentes da inflação mais sensíveis à atividade econômica e à política monetária continuava indicando pausa" e que o cenário externo ficaria mais sensível para as economias emergentes.

"Esses mesmos membros ponderaram, entretanto, que é razoável esperar uma intensificação do processo de flexibilização monetária caso a atividade econômica não dê sinais mais claros de retomada, posto que nesse caso as projeções de inflação devem se reduzir", trouxe a ata do Copom divulgada nesta terça-feira.

Na semana passada, o BC decidiu dar sequência ao ciclo de afrouxamento da Selic com mais um corte de 0,25 ponto percentual, levando-a a 13,75 por cento ao ano.

(Por Patrícia Duarte)