Bovespa sobe com otimismo sobre avanço em medida econômica; política ainda inspira cautela

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 11:31 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa operava no azul nesta quinta-feira, após a manutenção de Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado favorecer a visão que o cronograma para votação da medida que limita o crescimento dos gastos públicos será mantido, embora o ambiente político ainda alimente cautela.

Às 11:28, o Ibovespa subia 0,65 por cento, a 61.814 pontos. O giro financeiro somava cerca de 1 bilhão de reais.

Nesta manhã, Renan Calheiros afirmou que a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que limita os gastos públicos está mantida para o dia 13 de dezembro, após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) na véspera, por 6 votos a 3, de mantê-lo à frente do Senado, mas tirá-lo da linha sucessória da Presidência da República.

"A volatilidade deve continuar... O Congresso vai entrar em recesso e nesse período ainda pode ter novidade como Lava Jato ou delações premiadas", disse o analista da corretora Guide Investimentos Rafael Ohmachi.

Apesar do foco nos desdobramentos do noticiário político e econômico, investidores também prestam atenção ao que acontece lá fora. No exterior, o Banco Central Europeu (BCE) manteve a compra de ativos no patamar de 80 bilhões de euros e informou que a partir de abril de 2017 as compras devem ser de 60 bilhões de euros.

DESTAQUES

- ITAÚ UNIBANCO subia 0,59 por cento, amparando os ganhos do Ibovespa devido ao peso dos papéis em sua composição. BRADESCO PN tinha alta de 0,59 por cento. As ações do setor bancário têm mostrado volatilidade após os fortes ganhos deste ano. Em novembro, os papéis do Itaú Unibanco caíram 7,7 por cento, mas ainda acumulavam alta de quase 55 por cento no ano.

  Continuação...