Retirada de policiais militares e bombeiros da reforma da Previdência foi política, diz secretário

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 16:42 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A exclusão recente de policiais militares e bombeiros da proposta de reforma da Previdência ocorreu por razões políticas, afirmou nesta quinta-feira o secretário da Previdência, Marcelo Caetano.

Em coletiva com correspondentes estrangeiros, Caetano afirmou que a decisão de retirar as categorias da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi tomada por autoridades de escalão mais alto.