McDonalds transfere sede fiscal internacional para Reino Unido em meio à pressão da UE

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 17:32 BRST
 

(Reuters) - O McDonalds disse nesta quinta-feira que transferirá sua base fiscal internacional de Luxemburgo para o Reino Unido, após ver os reguladores da União Europeia intensificarem o escrutínio dos acordos fiscais do pequeno país.

O McDonald's disse que vai criar uma nova holding internacional sediada no Reino Unido, que receberá a maior parte dos royalties de acordos de licenciamento fora dos Estados Unidos.

"Estamos alinhando nossa estrutura corporativa à maneira que fazemos negócios, que não é mais geográfica, mas em segmentos que agrupam países com mercados e características de crescimento comuns", disse o McDonald's em comunicado.

A mudança também ajudará a reduzir custos, disse o McDonald's.

A reorganização acontece em meio a uma investigação da União Europeia sobre de acordos fiscais, que o bloco considera muito vantajosos, oferecidos a multinacionais por países pequenos para atrair empregos e investimentos.

Em agosto, a União Europeia ordenou a Apple a pagar 13 bilhões de euros (13,8 bilhões de dólares) em impostos para a Irlanda, por considerar que a fabricante do iPhone recebeu ajuda ilegal do governo.

(Por Abhijith Ganapavaram)