Risco de deflação desapareceu amplamente, mas estímulos ainda são necessários, diz membro do BCE

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016 11:41 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - A ameaça de deflação na zona do euro desapareceu em grande parte, mas o bloco ainda precisa de estímulo para elevar a inflação de volta para a meta do Banco Central Europeu de cerca de 2 por cento, disse o membro do Conselho Executivo do BCE Benoit Coeure nesta segunda-feira.

Respondendo a perguntas no Twitter, Coeure também disse que "dinheiro de helicóptero", um conceito que normalmente se refere à distribuição de dinheiro do banco central diretamente aos cidadãos, pode desfocar a linha entre a política monetária do BCE e a política fiscal dos governos.

(Por Balazs Koranyi)