Dólar passa a cair ante real por disparada nos preços do petróleo

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016 13:17 BRST
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar abandonou a alta vista mais cedo e passou a operar em queda ante o real nesta segunda-feira, influenciado pelo comportamento da moeda norte-americana no exterior diante da forte valorização dos preços do barril do petróleo.

O cenário político brasileiro conturbado fez com que, mais cedo, o dólar subisse mais de 1 por cento sobre o real.

Às 12:26, o dólar recuava 0,59 por cento, a 3,3530 reais na venda, depois de marcar 3,4090 reais na máxima do dia, alta de mais de 1 por cento. O dólar futuro caía cerca de 0,85 por cento.

Na semana passada, a moeda norte-americana acumulou perda de 2,87 por cento ante o real.

"O mercado internacional influenciou a virada do dólar, ajudado pelo leilão de swap do Banco Central", comentou o gerente de câmbio da corretora Fair, Mário Battistel, ao destacar o avanço do petróleo.

No exterior, os preços do petróleo tinham forte alta. Os contratos futuros da commodity chegaram a subir 6,5 por cento, atingindo máxima de 18 meses, após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e alguns de seus rivais chegarem ao seu primeiro acordo desde 2001 para reduzir conjuntamente a produção, tentando combater o excesso de oferta global e aumentar os preços.

O dólar recuava sobre os pesos mexicano e chileno.

Ajudava também na queda do dólar a conclusão da rolagem, feita pelo BC brasileiro nesta sessão, dos swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, que vencem em janeiro e equivalentes a 5 bilhões de dólares. No leilão de mais cedo, vendeu 9.995 swaps.   Continuação...

 
Notas de real e dólar em casa de câmbio no Rio de Janeiro. 10/09/2015        REUTERS/Ricardo Moraes