December 13, 2016 / 9:35 PM / 7 months ago

Exportação de carne de frango do Brasil cresce com ajuda da China

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A exportação de carne de frango do Brasil deve atingir um recorde de 4,39 milhões de toneladas em 2016, ante 4,3 milhões em 2015, apoiada em um forte aumento dos embarques para a China, estimou nesta terça-feira a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Mas os embarques deste ano deverão ficar levemente abaixo das projeções iniciais, que haviam sido de alta de 3 a 5 por cento, sob o impacto dos altos custos do milho, principal matéria-prima da ração. Em julho, a ABPA chegou a estimar um aumento de 8 por cento.

"Houve empresa que teve que reduzir turnos. No mínimo quatro fecharam, literalmente. A previsão mudou totalmente, a crise (do milho) afetou todo mundo a partir da metade do ano. As empresas viram-se sem milho, sem preço, com excesso de oferta e redução de consumo", disse o presidente da associação, Francisco Turra, em encontro com jornalistas.

Para 2017, a exportação de carne de frango do Brasil, maior exportador mundial do produto, deve aumentar entre 3 por cento e 5 por cento na comparação com este ano, segundo a ABPA.

A expectativa da associação é de que a China continue sendo um importante vetor de crescimento dos embarques, como foi em 2016, apesar da desabilitação de cinco plantas em setembro, por problemas burocráticos.

A documentação destas unidades já está sendo analisada na China e a expectativa da ABPA é que a questão esteja solucionada entre janeiro e fevereiro.

Além disso, a produção do país asiático deverá cair no primeiro semestre de 2017 devido a uma escassez de material genético, após restrições nas importações por questões sanitárias.

"Isso faz com que o Brasil tenha ainda mais oportunidades (na China)", avaliou o vice-presidente de mercados da ABPA, Ricardo Santin.

Nos primeiros 11 meses de 2016, a China elevou suas compras de carne de frango do Brasil em 63 por cento, para 451 mil toneladas, posicionando-se como segundo principal destino das vendas brasileiras, atrás apenas da Arábia Saudita.

Hong Kong, que tradicionalmente era uma porta de entrada indireta dos produtos brasileiros na China, também elevou as importações, para 228 mil toneladas até novembro, alta de 6 por cento.

"É a primeira vez nos últimos cinco anos que China e Hong Kong têm aumento de importações do Brasil ao mesmo tempo", afirmou Santin.

Gripe aviária

Recentes casos de gripe aviária em diversos países da Europa, e que geraram restrições a vendas para inúmeros destinos, especialmente na Ásia, poderão beneficiar as exportações de frango do Brasil em 2017.

Contudo, a ABPA avalia que ainda é cedo para mensurar esse impacto. A previsão de crescimento nos embarques em 2017, de 3 a 5 por cento, não inclui alterações no mercado provocadas pela doença. Por isso, não está descartado um aumento ainda maior nos negócios.

"Não seria surpresa se em 2017 aparecer a estatística de que algum país dobrou suas importações de carne de frango do Brasil", disse Turra.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below