Indústrias de soja do Brasil querem exportar 5 mi t de farelo de soja por ano para China

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016 17:02 BRST
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - Preocupadas com uma crescente produção doméstica de farelo de soja, indústrias e tradings que atuam no Brasil colocaram no topo de suas prioridades uma meta ousada: conseguir acesso ao mercado da China, que atualmente produz localmente todo o farelo que consome, e exportar 5 milhões de toneladas por ano para o país asiático.

Executivos da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) disseram nesta quarta-feira que estão em diálogo com o governo brasileiro para uma frente de negociações com autoridades chinesas para liberação de uma cota desejada de 5 milhões de toneladas de farelo de soja em vendas para o gigante asiático.

Muito mais do que uma questão comercial, a produção de farelo de soja é uma política de governo chinês, que prefere importar a soja em grãos e realizar o processamento nas indústrias locais.

A China importa mais de 80 milhões de toneladas de soja em grãos por ano, metade do Brasil, seu principal fornecedor. [nEAP222536]

A China também é o maior consumidor global de farelo de soja (66,6 milhões de toneladas por ano), mas toda a demanda é abastecida por indústrias locais, na prática tornando as importações inexistentes.

"Temos oportunidades de entrar lá (no mercado da China). A gente almeja 5 milhões de toneladas de farelo de soja por ano. Queremos jogar isso na mesa de negociação", disse o presidente da Abiove, Carlo Lovatelli, em encontro com jornalistas.

Ele acrescentou que também há necessidade de negociação e abertura de mercado em outros países asiáticos como Coreia do Sul, Vietnã, Tailândia e Mianmar.

O escoamento da produção brasileira de farelo de soja vem ganhando caráter prioritário para as indústrias à medida que o país eleva sua produção, com um crescimento apenas vegetativo nos volumes consumidos. Granjas de aves e suínos e confinadores de bovinos são os principais consumidores de farelo, importante componente da ração animal.   Continuação...