15 de Dezembro de 2016 / às 20:12 / 8 meses atrás

ADM é multada em US$25 mil por violações no mercado de milho

CHICAGO (Reuters) - A Archer Daniels Midland, uma das maiores tradings de commodities agrícolas do mundo, concordou em pagar 25 mil dólares para encerrar acusações de que quebrou regras no mercado de futuros do milho dos Estados Unidos, informou a operadora de bolsas CME Group nesta quinta-feira.

O processo marca um raro momento no qual a ADM, uma das maiores exportadoras de grãos dos EUA, recebe penalização da CME, que detém a Bolsa de Chicago e outros mercados. Uma busca online por registros disciplinares não mostrara outras acusações.

Uma porta-voz da ADM não quis comentar imediatamente. A companhia não admitiu ou negou ter cometido as violações, segundo uma nota da CME.

Um painel da CME avaliou que a ADM, por meio de duas de suas subsidiárias, indevidamente executou transações em dezembro de 2014, disse a nota.

A ADM "manteve a posse e o controle das contas nos dois lados da transação" e executou as ordens "com o propósito de transferir posições entre subsidiárias da ADM", segundo a CME.

O processo no qual um operador compra e vende contratos futuros para ele mesmo ou para uma entidade que controla é conhecido como lavagem comercial, e é proibido sob a lei de futuros dos EUA.

Por Tom Polansek

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below