Base do cadastro positivo agora vai funcionar de verdade, diz Boa Vista SCPC

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016 19:59 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A adesão automática de consumidores ao sistema de histórico de bons pagadores, anunciada nesta quinta-feira pelo governo federal, fará o chamado cadastro positivo finalmente funcionar para diminuir os juros do crédito, disse à Reuters um executivo da empresa de informações de crédito Boa Vista SCPC.

"Agora vai funcionar para valer", disse Pablo Nemirosvsky, superintendente de cadastro positivo da Boa Vista SCPC, uma das empresas que operam o sistema no país, ao lado da Serasa Experian.

Diferente da proposta original que deu origem ao produto, há três anos, a adesão ao sistema dependia de manifestação dos tomadores de financiamento por escrito. Mas devido à burocracia, aos altos custos e dificuldades operacionais, a base do cadastro positivo tem apenas cerca de 4,5 milhões de pessoas, disse Nemirosvsky.

Com o anúncio do governo nesta quinta-feira, a menos que o tomador se manifeste em contrário, a adesão será automática, a exemplo do que acontece na maioria dos países onde o sistema funciona.

Empresas de informações de financiamento há anos têm defendido que a disseminação do cadastro positivo vai contribuir para a redução do juro médio ao tomador, dado que os credores poderão oferecerão taxas menores a clientes com bom histórico de adimplência.

(Por Aluísio Alves)