Brasil apoia comercialização de pouco mais de 200 mil t de trigo em leilões

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016 19:09 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou mais dois leilões de apoio ao escoamento de trigo da safra 2016/2017, negociando o prêmio para pouco mais 200 mil toneladas, segundo nota da estatal nesta sexta-feira.

O primeiro leilão, de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) --a ser pago a produtores e cooperativas dos Estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina--, negociou subvenção para 192,3 mil toneladas de trigo, ou 62,54 por cento do total ofertado.

O leilão de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP) foi oferecido para 107,5 mil toneladas de trigo da região Sul, mas foi arrematado prêmio para 10 mil toneladas do produto --essa subvenção será paga ao participante que comprovar a compra do trigo, por valor não inferior ao preço mínimo fixado pelo governo federal, e o escoar para qualquer localidade, exceto para Estados que compõem as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

As operações de apoio à comercialização do trigo do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul vêm sendo realizadas desde o começo de dezembro, com o objetivo da dar sustentação aos preços, que caíram abaixo dos valores mínimos estabelecidos pelo governo, em meio a uma safra recorde nacional e crescimento da produção argentina.

Nos dois leilões anteriores, foi negociado Pepro para 212,5 mil toneladas, das 285 mil ofertadas; e PEP para 37,7 mil toneladas, das 215 mil ofertadas pela Conab. Novas operações estão previstas para janeiro.

(Por Roberto Samora)