Crescimento econômico da Alemanha deve ter acelerado no 4° tri, diz BC

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016 10:53 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - O crescimento econômico da Alemanha deve ter acelerado de forma significativa no quarto trimestre e a inflação, baixa durante anos, pode superar 1 por cento neste mês diante dos preços mais altos do petróleo, disse o banco central alemão nesta segunda-feira.

O crescimento foi lento na maior parte do segundo e do terceiro trimestres, mas deve ter acelerado com uma melhor produção industrial, uma sólida produção na construção e o consumo privado sustentado pelo otimismo, disse o Bundesbank em relatório mensal.

A avaliação positiva do Bundesbank acompanha uma projeção similar feita pelo Instituto Ifo na semana passada, sugerindo que a economia superou seu declínio do meio do ano, quando a demanda fraca por exportações e a incerteza sobre a decisão britânica de deixar a União Europeia pesaram sobre o crescimento do país.

"O aumento excepcionalmente grande das novas encomendas, combinado com uma confiança empresarial favorável, deve estimular a atividade industrial ao longo do trimestre", disse o Bundesbank. "O consumo doméstico também é um importante pilar da economia, o que se reflete no forte aumento das vendas no varejo em outubro".

(Por Balazs Koranyi)