19 de Dezembro de 2016 / às 19:08 / 10 meses atrás

Dólar cai ante real com exterior, em dia de baixo volume

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar terminou a segunda-feira em queda ante o real, influenciado por algum fluxo de venda e de olho no comportamento da moeda no exterior, num pregão marcado pelo baixo volume de negócios com a proximidade das festas de final de ano.

O Banco Central, mais uma vez, não anunciou qualquer intervenção no mercado nesta sessão.

O dólar recuou 0,56 por cento, a 3,3715 reais na venda, depois de acumular alta de 0,52 por cento na semana passada.

Na mínima do dia, chegou a 3,3665 reais e, na máxima, a 3,4043 reais. O dólar futuro caía cerca de 0,6 por cento no final desta tarde.

“Pela manhã, houve algum fluxo de venda que puxou a moeda (norte-americana) para baixo”, comentou o operador da mesa de câmbio de uma corretora local. “Apesar desse fluxo, o volume foi bem mais fraco hoje”, acrescentou.

Os investidores trabalharam boa parte do dia sob a expectativa do discurso da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, em busca de mais sinais sobre a política monetária do banco central norte-americano. Ela falou perto do fechamento do mercado, mas não sobre política de juros.

Na semana passada, o Fed elevou a taxa de juros em 0,25 ponto percentual e sinalizou ritmo mais rápido de altas em 2017, em meio a promessas do presidente eleito Donald Trump de impulsionar o crescimento por meio de cortes de impostos, aumento de gastos e desregulamentação.

O Fed vê agora três aumentos da taxa de juros no ano que vem, em vez de dois como previsto em setembro.

Nesta tarde, o dólar tinha leves variações ante uma cesta de moedas e recuava ante algumas moedas de países emergentes, como o peso mexicano.

Com o novo cenário do Fed, houve correção do dólar ante o real na semana passada, já que juros mais altos nos Estados Unidos atraem investidores hoje alocados em países emergentes como o Brasil.

“O mercado está em clima de tranquilidade. O dólar vem oscilando ao redor de 3,40 reais e, a menos que aconteça algum fato novo que mude o panorama, é dessa forma que ele deve ficar até o ano fechar”, comentou o diretor da mesa de câmbio da corretora Multi-Money, Durval Correa.

O BC brasileiro novamente não fez qualquer intervenção no câmbio. O último dia que ele atuou no mercado foi em 13 de dezembro.

O mercado local também manteve a cautela diante da cena política brasileira, em meio a vazamentos de executivos da Odebrecht no âmbito da Lava Jato e que têm atingido importantes figuras do governo, inclusive o presidente Michel Temer.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below