Vale vende ativos de fertilizantes para Mosaic por US$2,5 bi; terá fatia na Mosaic

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016 17:48 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale anunciou nesta segunda-feira a venda de ativos de fertilizantes para a Mosaic por aproximadamente 2,5 bilhões de dólares, em negócio que também envolverá aquisição de participação minoritária na companhia norte-americana, segundo fato relevante.

A Vale afirmou que receberá 1,25 bilhão de dólares em dinheiro e 1,25 bilhão de dólares em ações ordinárias a serem emitidas pela Mosaic, com a mineradora brasileira avançando em sua estratégia de vender ativos para reduzir a dívida.

"A Vale continua com seu programa de desinvestimento e usará os recursos provenientes desta venda para reduzir sua dívida, ao mesmo tempo em que permanece exposta ao negócio de fertilizantes através da participação estratégica na Mosaic", afirmou a companhia, ressaltando que a parceria com a Mosaic adiciona valor substancial aos acionistas da Vale, fortalecendo a exposição da empresa ao mercado mundial de fertilizantes.

Já a Mosaic deverá se transformar em líder em produção e distribuição de fertilizantes no Brasil, um dos mercados agrícolas mais promissores do mundo, afirmou a empresa dos EUA.

"Enxergamos isso como uma combinação estratégica ideal para a Mosaic. Nós temos experiência comprovada em mineração e produção de fosfato, um grande registro de integrações de aquisição bem-sucedidas, bem como relações e experiência vastas no Brasil", declarou o presidente e CEO da Mosaic, Joc O’Rourke, em nota.

Os ativos negociados envolvem unidades com capacidade de produção de 4,8 milhões de toneladas de fertilizantes fosfatados e 500 mil toneladas de potássio, segundo a Mosaic, que espera que a aquisição aumente o lucro por ação da empresa em 2018, gerando mais de 80 milhões de dólares em sinergias após impostos.

A norte-americana emitirá aproximadamente 42,3 milhões de ações, número que atualmente representa em torno de 11 por cento do total das ações ordinárias em circulação da Mosaic.

A Vale disse que, sujeito a exceções específicas, as ações da Mosaic emitidas para a mineradora brasileira não poderão ser transferidas por dois anos após a conclusão da transação. Entretanto, após o período, a companhia brasileira terá plenos direitos.

Após a conclusão da transação, a Vale terá o direito de indicar dois membros do Conselho de Administração da Mosaic, acrescentou a mineradora.   Continuação...