Vale poderá ceder cava à Samarco em troca de minério de ferro

terça-feira, 20 de dezembro de 2016 20:39 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale informou nesta terça-feira que celebrou, em documento não vinculante, acordo com a BHP Billiton para eventualmente ceder a cava de Timbopeba para depósito de rejeitos de mineração pela Samarco, uma vez que ela volte a operar.

Pelo acordo, que depende do sucesso da negociação entre as partes e de aprovações governamentais, a Vale transferiria a cava de Timbopeba à Samarco e, em compensação, a Samarco forneceria à Vale uma quantidade de minério não processado (Run-of-Mine – ROM) por um determinado período.

A Samarco, uma joint venture da Vale e da BHP, está com as operações paralisadas desde o final do ano passado, após o rompimento da barragem que provocou a morte de 19 pessoas e causou o pior desastre ambiental do Brasil.

O uso da cava de Timbopeba permitiria à Samarco operar por vários anos, sem a necessidade de uma nova estrutura de barragens, segundo nota da Vale.

As empresas têm trabalhado em uma solução para viabilizar a retomada da Samarco por um período mais estendido.

Em entrevista à Reuters no início do mês, o presidente da Samarco, Roberto Carvalho, disse que a empresa prevê obter licença prévia no primeiro trimestre do próximo ano para retomar as operações em meados de 2017.

Ele havia dito que a empresa estudava utilizar Timbopeba, além da cava Alegria Norte, esta última da Samarco.

(Por Roberto Samora)