PrivatBank, da Ucrânia, busca "linguagem em comum" com acionistas

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016 19:20 BRST
 

KIEV (Reuters) - O novo presidente-executivo do PrivatBank, da Ucrânia, disse nesta quinta-feira que ele e o banco central estavam prontos para conversas com os detentores de bônus, mas também estão prontos a ir aos tribunais, se necessário.

A Ucrânia declarou o PrivatBank, maior instituição bancária do país, insolvente na segunda-feira e o colocou sob controle estatal. Como parte do resgate do governo, os detentores de Eurobonds do PrivatBank teriam que se comprometer com uma participação no resgate.

"Nós, junto com o banco central, tentaremos encontrar uma linguagem em comum com os detentores de Eurobonds", disse Oleksandr Shlapak em uma coletiva de imprensa televisionada na cidade de Dnipro, onde fica a sede do PrivatBank.

"Do contrário, tentaremos defender nossa posição nos tribunais", ele acrescentou.

(Por Natalia Zinets)