Mercados acionários da China encerraram terceira semana consecutiva em queda

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016 07:38 BRST
 

XANGAI/CINGAPURA (Reuters) - Os mercados da China encerraram a semana em queda, com o índice CSI300 atingindo a mínima de fechamento de dois meses e encerrando sua terceira semana consecutiva de quedas, com preocupações de supervisão regulatória mais rigorosa pressionando as corretoras e as seguradoras.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,85 por cento, para o menor nível desde meados de outubro, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,94 por cento.

As corretoras e as seguradoras caíram, em meio a sinais de regulação mais rigorosa nos setores, potencialmente prejudicando suas fontes de receita.

A mídia local informou que os reguladores vão intensificar a supervisão sobre os produtos de seguros online, bem como os investimentos alternativos das corretoras, sendo este o mais recente esforço para conter os riscos financeiros.

O índice MSCI recuava um dia moderado nesta sexta-feira, depois que Wall Street teve uma pausa nas altas desde a eleição presidencial dos Estados Unidos.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha variação negativa de 0,43 por cento às 7:20 (horário de Brasília), mínima de cinco meses. Ele caminhava para queda acumulada de 1,8 por cento em sua segunda semana consecutiva de perdas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei não operou por feriado.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,28 por cento, a 21.574 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,94 por cento, a 3.110 pontos.   Continuação...