Bovespa sobe quase 2% com avanço de bancos e Vale em sessão de baixa liquidez

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 20:10 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta de quase 2 por cento nesta quarta-feira, após encostar nos 60 mil pontos na máxima do dia, em sessão de menor liquidez, com investidores preferindo não assumir grandes posições no penúltimo pregão do ano.

O Ibovespa subiu 1,85 por cento, para 59.781 pontos. Na máxima da sessão, alcançou 59.911 pontos. O volume financeiro somou 4,25 bilhões de reais, bem abaixo da média diária de dezembro, de 8,3 bilhões de reais.

O desempenho foi apoiado particularmente na valorização dos papéis de bancos privados, enquanto o avanço do minério de ferro na China ofereceu suporte à Vale e a elevação do petróleo ajudou Petrobras

A trajetória ascendente no pregão doméstico ocorreu a despeito do enfraquecimento em Wall Street nesta sessão, onde os principais índices acionários recuavam perto do fechamento. O S&P 500 perdia 0,77 por cento.

A decisão do presidente Michel Temer de vetar parcialmente o projeto de renegociação das dívidas dos Estados com a União repercutiu positivamente. O projeto aprovado pelo Congresso teve retirado do texto boa parte das contrapartidas exigidas para a ajuda do governo federal.

"No médio prazo, o impacto é positivo: mostra maior comprometimento com o ajuste fiscal; e evita pressões futuras sobre a Fazenda, naquilo que seria uma negociação 'caso a caso' de cada Estado", disse a Guide Investimentos em nota a clientes.

A bolsa paulista caminha para fechar 2016 com o primeiro ganho anual em quatro anos. Até o fechamento desta quarta-feira, o Ibovespa acumula alta de 37,9 por cento no ano.

A melhora neste ano encontrou força na mudança do comando do país, que endossou a melhora das perspectivas para a economia brasileira, mas também encontrou respaldo na alta de commodities e no rali em Wall Street.   Continuação...