Produção de açúcar do centro-sul despenca com chuvas e menos usinas em operação

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016 11:15 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de açúcar do centro-sul do Brasil somou 362 mil toneladas na primeira quinzena de dezembro, queda de 68 por cento ante a segunda quinzena de novembro, com as atividades sendo afetadas por chuvas e por redução no número de usinas em operação, informou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta quinta-feira.

Na segunda quinzena de dezembro, apenas cerca de 55 usinas devem continuar operando, segundo a Unica, com a safra na principal região produtora do país caminhando para o final após um início mais acelerado das atividades na temporada 2016/17.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda na produção de açúcar na primeira quinzena de dezembro foi de 43,86 por cento.

A quantidade de cana processada pelas unidades produtoras na primeira quinzena de dezembro totalizou 7,15 milhões de toneladas, menos da metade do que as 19,6 milhões da segunda quinzena de novembro e uma queda de 60,3 por cento na comparação anual.

O volume fabricado de etanol alcançou 336 milhões de litros na primeira quinzena de dezembro, queda de mais de 50 por cento ante o mesmo período do ano passado. A produção de hidratado no período somou 215 milhões de litros, e a de anidro (misturado à gasolina), 122 milhões de litros.

No acumulado desde o início da safra, em 1º de abril, o total processado de cana-de-açúcar atingiu 588,85 milhões de toneladas, alta de quase 2 por cento ante o mesmo período de 2015/16.

A produção acumulada de açúcar alcançou 35,06 milhões de toneladas, aumento de aproximadamente 17 por cento, com usinas privilegiando o adoçante em detrimento do etanol, com preços menos interessantes.

Já a fabricação de etanol no acumulado da safra totalizou 24,74 bilhões de litros, queda de 6,4 por cento.

(Por Roberto Samora)